Casa em Monchique

Na serra de Monchique, entre montes e vales, aproveitando uma situação extraordinária situa-se esta casa térrea. Implantada numa vertente Sul, com acesso por estrada alcatroada pequena e sinuosa, jaz sobre um dos vários socalcos existentes que rasgam a inclinação acentuada para obter pequenos patamares cultiváveis.

É neste cenário que se chega para contemplar toda a vista desafogada sobre parte da costa algarvia e mar. Os pequenos montes vão sendo diluídos à medida que a distância aumenta e todo o percurso do sol é visível da borda da piscina.
Da curva da estrada acede-se à casa através de uma rampa em funil que agarra as linhas principais e definidoras do projecto: a linha do muro de suporte em betão, à semelhança dos socalcos em pedra; e a linha da casa, também ela de betão, que se mantém a direito entre os socalcos.

Para além do volume principal, desenha-se uma pequena casa, mais longe, sob um sobreiro, com acesso independente e agarrada ao muro de betão. Destina-se ao convidado especial, o mestre, aquele que aprecia o silêncio, a meditação e a experiência transcendental.

O projecto é então definido pela paisagem, pela relação entre os dois volumes construídos, pela piscina de bordo livre que espelha tudo para dentro dos diversos espaços que compõe a casa. O resto é materialidade, simples e transparente, com o betão a reproduzir as madeiras fossilizadas nos seus paramentos, o alumínio mais fino possível e a pedra de granito amaciado, ou em cubos, que anda dentro jogando com os limites das coisas.
Se o Yoga é a arquitectura da paz, então aqui temos tudo para meditar sobre esse ensinamento.

  • ProjectoCasa em Monchique
  • ClientePrivado
  • LocalizaçãoMonchique, Portugal
  • Área350 m2
  • ArquitecturaPM-ARQ, Pereira Miguel Arquitectos
  • CoordenaçãoFilipe Martins Correia e Luís Pereira Miguel
  • ColaboradoresMafalda Mena
  • EngenhariaLNM engenharia civil (estabilidade)
  • Empresa de construçãoPaviana Construções
  • Data2015-2018
  • Fotografia FG+SG - Fernando Guerra